Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies. Para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário
11h33

Parlamentares analisam situação das Santas Casas de Misericórdia

Compartilhe
Tamanho da Fonte
O Brasil tem 2.100 santas casas. Espalhadas por metrópoles ou grandes municípios, essas instituições beneficentes são responsáveis por atender os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), mas também mantém as portas abertas para qualquer pessoa que precise de assistência médica. Assistência médica custa caro e esses hospitais que já foram mantidos por beneméritos dependem fundamentalmente do repasse de dinheiro público. Hoje, o SUS arca com 60% de seus custos. De onde vem o resto? Aí é que está o nó. Responsáveis por 30% da rede hospitalar do país, as santas casas acumulam hoje R$ 17 bilhões em dívidas. Qual o motivo ou motivos desse déficit? Como fazer para pagá-lo e não deixá-lo aumentar? Esse é o tema do Brasil em Debate desta terça-feira (21) e também da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas, recriada nesta legislatura e presidida pelo deputado Antonio Brito (PTB-BA), convidado que conversa com o deputado Chico D’Angelo (PT-RJ).» Ouça os áudios:  Bloco 1  |  Bloco 2